SAIBA COMO DESCARTAR OS PNEUS VELHOS DO SEU ÔNIBUS

Meio Ambiente: Reciclagem de Pneus | Mobilidade Volvo

Um dos grandes dilemas enfrentados por frotistas e autônomos é o descarte de pneus usados, tendo em vista que a destinação errada pode gerar diversos problemas tanto para o dono do veículo quanto para a sociedade. Segundo dados da ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos), pelo menos 100 milhões de pneus (não só de ônibus) receberam o destino incorreto e estão em terrenos baldios, próximos a mananciais, leitos de rios, ferros velhos e fundos de quintais.

Se os pneus do seu Volvo já não podem mais ser recapados, é possível doá-los para pessoas que utilizam de alguma forma, como artistas e instituições que constróem parquinhos infantis com esse material. Além disso, a própria ANIP criou uma forma de receber os pneus velhos: a Reciclanip, uma entidade sem fins lucrativos que funciona desde 2007. Ela recebe os materiais que não podem mais ser utilizados e destina a diversos compostos, desde combustível para indústria de cimento até acessórios femininos e revestimento de piso para quadras esportivas. A Reciclanip  conta com mais de 300 postos de coleta que estão em 21 estados brasileiros, mais o Distrito Federal.

Outras alternativas existem, uma delas é o descarte feito em parceria com empresas siderúrgicas. Os pneus dos ônibus precisam aguentar muito peso e por isso possuem em sua composição muito metal, cerca de 25% do peso de um pneu de ônibus é composto por aço.

Empresas como a Viação Nossa Senhora do Amparo, de Maricá no Rio de Janeiro, e a Catarinense, do Rio Grande do Sul, já possuem seus próprios programas de reciclagem de pneus. Ambas possuem parcerias com empresas certificadas por órgãos ambientais e estaduais que possuem pontos de recebimento, armazenagem e destinação corretos.

Você conhece algum outro jeito de reciclar pneus de ônibus? Conte nos comentários e compartilhe com a gente. Não esqueça de acompanhar nosso Facebook e o Instagram

 

 

 

Este artigo foi produzido com base em pesquisa realizada nos principais canais de informação do mercado de transporte. As afirmações contidas aqui não necessariamente representam o posicionamento da Volvo.